Mértola


A História de Mértola remonta à época em que o Império romano ocupou a península e estabeleceu a vila de “Myrtilis” como o principal porto de relação comercial com o mediterrâneo oriental.
Durante a Alta Idade Média, no período Visigodo, Mértola alterou a sua função para porto fortificado, perdendo a sua característica comercial e a sua visibilidade.
Foi durante o período da ocupação islâmica que a “Martulah” assumiu um papel de grande importância como porto comercial. Durante um período de tempo reduzido tornou-se capital do pequeno Emirado “Taifa de Mértola”. Entretanto, perdeu esse estatuto, mas manteve, mesmo assim, as autonomias administrativa e política fundamentais a uma grande cidade. Na época, Mértola ultrapassava largamente os limites atuais e era um importante polo da atividade económica do Al-Andalus.
Hoje Mértola é uma charmosa vila branca nas margens do rio Guadiana, onde os minutos parecem mais longos e a tranquilidade nos invade. Vale a pena visitar o Museu e a Igreja, onde funcionava a antiga Mesquita, bem como caminhar pelas ruas calcetadas ou percorrer as muralhas para apreciar a magnífica paisagem raiana.

Share:

0 comentários